Carta aberta: NOVA FRIBURGO, CAPITAL DA EXPLORAÇÃO!

SINDVEST NEGLIGENCIA NEGOCIAÇÃO SALARIAL.

Vimos denunciar à sociedade, a situação caótica e lamentável em que se encontram os trabalhadores das indústrias do Vestuário de Nova Friburgo. A Pauta de Reivindicação foi aprovada em Fevereiro, entregue ao Sindicato Patronal (SINDVEST) que a jogou em algum canto negligenciando sua responsabilidade em negociar a Convenção Coletiva de Trabalho. A primeira “reunião” ocorrida com o advogado dos patrões, após os convidarmos por ofício, ocorreu em 13/05/16, somente 3 meses após a entrega da pauta e somente para dizer que não tinham nada a oferecer!  

Esta é uma atitude ultrapassada, só usada na época do coronelismo! Hoje o moderno é negociar, avançar, ponderar as situações favoráveis para um e outro lado! Porém, ainda querem impor sua vontade! Os trabalhadores vêm sofrendo assédio moral, com salários pagos “por fora” do contracheque para que possam ser chantageados! O propagado “prêmio” é totalmente retirado, mesmo quando o empregado está de atestado médico, obrigando-os a trabalharem doentes! Não aceitam nenhum benefício a mais para os empregados na Convenção Coletiva de Trabalho, para que as empresas que concedem possam retirar ao seu bel prazer! Esta prática a muito foi abolida, hoje os bons empresários buscam o bem estar dos trabalhadores para terem maior produtividade e os representantes do setor do vestuário de Nova Friburgo vem na contra mão de toda a evolução no tratamento entre trabalhador / empresa!

Isso é um absurdo! Já tentamos agendar mesa redonda no Ministério do Trabalho e não foi possível por causa do registro da nova Diretoria Patronal que ainda está em análise!

O que a Diretoria do SINDVEST busca? Não sabemos, apenas temos a certeza que não é desenvolver o setor, pois para isso deveria valorizar e incentivar a produção e com o clima de terrorismo, isso não é possível. E se esquece da função Social que uma empresa deve exercer. Deveriam na Convenção Coletiva de Trabalho regularizar os “prêmios” que são pagos “por fora” e ainda conceder alguns benefícios, como ticket alimentação, cesta básica, plano de saúde, e, principalmente, um salário decente para que os jovens fossem atraídos para trabalhar no setor.

Lamentamos que os trabalhadores que fizeram Nova Friburgo ser reconhecida como a Capital da Moda Íntima, sendo propagada pelo mundo todo, por causa da qualidade, não terem o menor respeito pelo Sindicato Patronal. Deixam na empresa seu suor e lágrimas e nestes últimos tempos mais lágrimas que suor, pois empresas do setor constantemente vem pressionando os trabalhadores, obrigando-os a pedirem demissão se não estiverem satisfeito.

Estamos denunciando estes abusos e não podemos mais deixar que o SNDVEST, não reconheça que a sua existência depende de cada um dos seus trabalhadores e eles devem ser valorizados, respeitados, pois são seres humanos!

CHEGA DE ASSÉDIO MORAL AO TRABALHADOR, CHEGA DE OMISSÃO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *